Em sua primeira declaração em horário nobre, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou, nesta quinta-feira, 11, que todos os adultos do país poderão receber a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 a partir de 1º de maio. Em discurso, o mandatário disse que, após 60 dias no poder, terá cumprido a promessa que fez na campanha eleitoral: aplicar 100 milhões de doses da vacina nos 100 primeiros dias no cargo. O democrata afirmou ainda que trabalha para acelerar vacinação no país. A meta é permitir que os americanos possam se reunir e celebrar o feriado nacional de 4 de julho, dia da Independência.

O presidente prometeu ainda acelerar a imunização de professores e funcionários da rede de educação para garantir a reabertura dos colégios nos próximos 50 dias. Biden ponderou, no entanto, que isso só será possível se a população respeitas as regras sanitárias, como o uso de máscara, distanciamento social e cumprimento das diretrizes federais. Apesar dos esforços, Joe Biden alertou que mais dor e mortes pela Covid-19, que já causou o falecimento de 530 mil pessoas nos Estados Unidos, ainda devem acontecer. Segundo o presidente, o coronavírus foi tratado com negação por meses, levando a mais mortes, estresse e solidão. No entanto, de acordo com ele, “encontrar luz na escuridão é algo que todo americano está acostumado a fazer”.

*Com informações da repórter Caterina Achutti