Entre as regiões brasileiras, a região Sul tem a maior taxa de contágio pelo coronavírus no país. O índice da região, de acordo com projeções feitas pelo Info Tracker em 1º de março, está em 1,33. Em seguida, vem a região Nordeste com 1,18. O Centro-Oeste também registra uma taxa acima do limite: 1,14. Apenas as regiões Sudeste e Norte estão com o índice abaixo de 1, ambas com 0,91, o que significa uma desacelaração no ritmo de contaminação. Entre 18 de janeiro e 20 de fevereiro, a transmissão do vírus estava em baixa no Sul do Brasil. Em 21 de fevereiro, os números voltaram a subir. Após o aumento no número de casos, óbitos e internações por Covid-19, os governadores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná anunciaram medidas mais restritivas.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), decretou, na última sexta-feira, 26, que todo o Estado entraria na fase preta a partir do sábado, 27. Foi a primeira vez desde o início da pandemia que todas as 21 regiões Covid do RS deverão obedecer os protocolos determinados pelo governo estadual. Com medida, apenas comércio essencial pode funcionar, até às 2oh. A medida é válida até às 23h59 do dia 7 de março. Também no dia 26, Paraná e Santa Catarina decretaram medidas de restrição. O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), anunciou que todos os serviços não essenciais deverão permanecer fechados até o dia 8 de março.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), decretou lockdown durante os fins de semana. A medida foi aplicada das 23h da sexta-feira, 26, até às 6h de segunda-feira, 1º. O decreto também estabelece o fechamento das atividades no próximo fim de semana, entre as 23h do dia 5 e as 6h do dia 8. Durante a semana, medidas restritivas também foram aplicadas e ficarão em vigor até o dia 11 de março. A rede de saúde pública de Santa Catarina recorreu ao governo do Espírito Santo para coordenar a transferência de pacientes com Covid-19 de Chapecó para Unidades de Terapia Intensiva (UTI) da Região Metropolitana de Vitória. A região Sul soma 2.043.042 casos de Covid-19 e 31.873 óbitos pela doença.