O presidente do Peru, Francisco Sagasti, será o primeiro cidadão do país a receber nesta terça-feira, 9, a vacina contra o coronavírus no País. O Peru recebeu um lote de 300 mil doses do imunizante da Sinopharm no domingo, 7. “Amanhã mesmo começa o processo, com a imunização do Presidente da República. Na verdade, estamos muito felizes, e isso nos devolve a esperança de enfrentar essa crise sanitária”, afirmou, em entrevista coletiva, Nancy Olivares, coordenadora da equipe nacional de vacinação. Sagasti, no domingo, se dirigiu até o aeroporto internacional Jorge Chávez, em Callao, para receber o carregamento.

O fato do presidente ser o primeiro vacinado é uma forma de demonstrar que a vacina produzida pela companhia Sinopharm é segura e eficaz, conforme admitiu Olivares. A coordenadora do Ministério da Saúde explicou que seriam encaminhadas, ainda nesta segunda-feira, 8, vacinas para 13 hospitais de Lima e Callao. Depois disso, a partir de terça-feira, começará a distribuição em outros 35 pontos do território peruano. Os primeiros a serem imunizados no país serão os integrantes das equipes de atendimentos das UTIs e os funcionários do atendimento direto à pacientes com Covid-19. Com a chegada do segundo lote de vacinas, prevista para acontecer no próximo domingo, serão imunizados os demais funcionários do setor da Saúde.