O Ministério do Interior de Portugal informou neste sábado, 15, que será permitida a entrada de turistas da União Europeia e do Reino Unido mediante apresentação de resultado negativo para um teste de Covid-19 feito 72 horas antes do voo. O comunicado ressalva, no entanto, que a medida só será válida a pessoas provenientes de países com menos de 500 infecções pelo novo coronavírus a cada 100 mil pessoas. Até então, Portugal só permitia a entrada de pessoas que fizeram a viagem por motivos profissionais, familiares, humanitários, de estudo ou de saúde, sendo que elas deveriam cumprir uma quarentena de 14 dias. Na sexta-feira, 14, a Itália emitiu uma decisão semelhante ao revogar a exigência de quarentena para viajantes estrangeiros vindos da União Europeia, Reino Unido e Israel, que também deverão apresentar resultado negativo para um teste de Covid-19. O governo italiano também planeja permitir a entrada de turistas dos Estados UnidosCanadá e Japão sem a obrigatoriedade de permanecer em isolamento caso eles já tenham sido vacinados contra a Covid-19. O objetivo seria atrair turistas durante a temporada de verão, que se inicia em junho no Hemisfério Norte.