Em São Paulo, a ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes da Covid-19 atingiu a taxa recorde de 92,3% nesta quarta-feira, 24. O índice na Grande São Paulo chegou a 92,2%. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, no total, o estado registra 30.359 pacientes internados – 12.588 deles em leitos de UTI e 17.771 em enfermaria. Frente ao avanço da pandemia, o governador João Doria (PSDB) decidiu endurecer as medidas de restrição do Plano São Paulo. Para conter a sobrecarga dos hospitais e o aumento do número de contaminados, o estado está sob fase emergencial até o dia 30 deste mês. Apenas nas últimas 24 horas, São Paulo confirmou 20.395 novas infecções, chegando ao total de 2.352.438 casos da doença e 68.904 mortes durante toda a pandemia.

Ainda nesta quarta-feira, o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, Paulo Menezes, comunicou que foi enviado ao governador uma proposta para estender a fase emergencial do Plano São Paulo por mais 15 dias em todo o estado. “Nós avaliamos a situação a partir de dados que nós tínhamos até segunda-feira. Com base naquela avaliação, é possível que seja necessária a extensão da fase emergencial em um período de mais 15 dias. Agora, esses números mudam. Ao longo da semana a avaliação também pode mudar. São avaliações dinâmicas”, afirmou em coletiva de imprensa.