O presidente Jair Bolsonaro e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, fizeram reunião virtual para falar sobre a condução da crise do novo coronavírus nos dois países e sobre o EXO-CD24, um spray nasal desenvolvido por cientistas israelenses para tentar curar pessoas contaminadas pela Covid-19 em estado grave. Segundo o primeiro-ministro, o presidente brasileiro parabenizou Israel pela campanha de vacinação atual e ambos concordaram em se unir no desenvolvimento de medicamentos e vacinas contra a doença. Até a última semana, quase 90% da população com 60 anos ou mais em Israel já tinha recebido a primeira dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19, o que sinaliza diminuição na contaminação do país.

A reunião com o primeiro-ministro foi anunciada pelo próprio presidente durante live nas redes sociais na última quinta-feira, 11. Na ocasião, Bolsonaro citou o desenvolvimento do remédio no país do Oriente Médio, afirmou que pretende trazer o spray nasal para o país em breve e perguntou se a população trataria a droga possivelmente efetiva da mesma forma que trata a hidroxicloroquina, já que nenhuma das duas têm comprovação científica até o momento. Nas redes sociais nesta segunda-feira, 15,, o presidente publicou a tradução da mensagem de Netanyahu e disse que um pedido para uso emergencial do remédio seria enviada em breve à Agência Nacional de Vigilância Sanitária.