O Ministério da Saúde comunicou neste sábado, 6, que iniciará, a partir da semana que vem, a distribuição de doses da vacina contra a Covid-19. Para o mês de março, a pasta estima entregar 30 milhões de doses, oriundos de acordos com o Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford (Fiocruz) e consórcio Covax Facility. De acordo com a nota, as previsões de entrega são enviadas à pasta pelos fornecedores dos imunizantes e estão sujeitas a alterações, confirme a disponibilidade dos laboratórios e a real quantidade de doses entregues, que pode variar conforme o ritmo de produção dos insumos.

Do montante, 23,3 milhões de doses (22,7 milhões + 600 mil doses residuais de fevereiro) são provenientes do Instituto Butantan, enviadas ao Ministério em remessas semanais. Já outros 3,8 milhões da vacina contra o coronavírus são da parceria com a AstraZeneca/Oxford, previstas para a segunda quinzena do mês. Por fim, são esperadas mais 2,9 milhões de doses do mesmo imunizante, adquiridos via consórcio Covax Facility. O Ministério da Saúde, assim, informa que, a partir da quantidade exata de doses recebidas, irá organizar a divisão de forma proporcional e igualitária aos estados e Distrito Federal. Depois, as doses serão enviadas aos estados, responsáveis pela distribuição dos imunizantes a todos os municípios brasileiros, que aplicarão as vacinas em suas 38 mil salas de vacinação.