O Ministério da Saúde assinou o contrato para a aquisição de 20 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 Covaxin. A assinatura aconteceu na tarde desta quinta-feira, 25, junto à Precisa Medicamentos/Bharat Biotech. Ao todo, foi feito um investimento de R$ 1,6 bilhão na compra do imunizante, que é produzido na Índia. A expectativa é que as doses sejam entregues de forma escalonada entre maro e maio. Com isso, o governo espera acelerar a vacinação dos brasileiros. Segundo comunicado do Ministério da Saúde, as primeiras 8 milhões de doses devem chegar no mês de março em dois lotes, que serão entregues entre 20 e 30 dias após a assinatura do contrato. Outras 8 milhões, também divididas em dois lotes, serão entregues em abril e as 4 milhões restantes em maio. Na última semana, visando acelerar a compra de novas doses, a pasta publicou uma portaria que dispensa o uso de licitação para comprar imunizantes. Nesta semana, o ministério distribuiu 3,2 milhões de doses de vacina, sendo 2 milhões da vacina de Oxford e 1,2 milhão da Coronavac.