A Honda anunciou nesta sexta-feira, 26, a suspensão das linhas de produção no Brasil por conta da piora da pandemia do novo coronavírus. Os trabalhos nas fábricas de Sumaré e Itirapina, no interior de São Paulo, ficarão paralisados entre os dias 30 de março e 12 de abril. “O formato de compensação das horas não trabalhadas no período está em negociação com o sindicato”, informou a empresa. A montadora já havia tomado decisão semelhante ao suspender a linha de produção de motocicletas em Manaus, entre os dias 25 de janeiro e 3 de fevereiro, por conta da indisponibilidade de insumos.

A Honda é a oitava montadora que adotou a medida para evitar a disseminação da Covid-19 em meio ao pior momento desde o início da pandemia. Antes, Volkswagen, Mercedes-Benz, Volvo, Scania, Nissan, Toyota e Renault também anunciaram pausas em suas linhas de montagem. Em meio ao ápice da pandemia, o Brasil ultrapassou a marca de 100 mil casos de Covid-19 registrados em 24 horas. Entre as 16h da última quarta-feira, 24, e desta quinta-feira, 25, foram registrados 100.736 novas infecções pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) e suas variantes, aumentando o total de casos para 12.320.169. No mesmo período, foram contabilizadas 2.787 novas mortes, fazendo com que o número de vítimas fatais registradas desde o início da pandemia, em março de 2020, seja de 303.462.