O governo britânico informou nesta sexta-feira, 05, que encontrou a sexta pessoa que contraiu a Covid-19 com a variante brasileira, a P.1, que surgiu em Manaus. De acordo com o correspondente da Jovem Pan no Reino Unido, Ulisses Neto, a mídia e o governo tratavam esse paciente como “pessoa misteriosa” por não ter preenchido os dados corretamente durante o exame. A preocupação do governo é grande porque uma infecção pela variante brasileira pode colocar em risco todo o esforço de vacinação do país, que já tem mais de 20 milhões de imunizados. Ao todo foram diagnosticada seis britânicos com a variante P.1 e cinco estavam identificadas: três na Escócia e duas na Inglaterra.

Depois de muita procura, a própria pessoa entrou em contato com as autoridades ao longo da semana para informar que tinha sido infectada pela variante brasileira. O governo, então, iniciou um processo longo de investigação para determinar quem teve contato com a pessoa infectada, mas garantiu que ela permaneceu em isolamento durante os últimos dias, assim como os outros moradores da residência. Mesmo assim, o governo determinou uma testagem em massa na região do Sul de Londres, próximo da casa do infectado. Não há dados e informações pessoas de quem contraiu a doença devido ao rígido sistema de proteção de dados no Reino Unido.