A indústria registra a maior utilização da sua capacidade instalada desde março de 2014, com 68%. O desempenho positivo na produção foi verificado em sondagem da CNI. O gerente de Análise Econômica da Confederação Nacional da Indústria, Marcelo Azevedo, explica que, apesar dos efeitos da pandemia, a expectativa de demanda, exportações, compras de matérias primas e empregados aumentou em abril em relação a março. “Nesse quadro, entre uma atividade ainda favorável e alguns problema, sobretudo do ponto de vista financeiro, o saldo acaba positivo. Mesmo assim os empresários mostram otimismo em relação aos próximos seis meses. Muito provavelmente, esperam uma recuperação no mesmo nível e na mesma rapidez do observado no ano passado.” Os empresários apontam piora financeira no primeiro trimestre e o principal problema das indústrias permanece na falta e o alto custo das matérias-primas, no maior patamar da série histórica iniciada em 2012.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos