Cientistas estão estudando uma variante do novo coronavírus que pode ter tido origem no Peru ou no Chile e provavelmente já está circulando em outros países. De acordo com o pesquisador e doutor em microbiologia Pablo Tsukayama, que atua na Universidade Cayetano Heredia, 40% das amostras do vírus coletadas entre janeiro e março em Lima correspondem a essa mutação, que foi batizada na semana passada de C.37. “O que estamos vendo é que em dezembro, mais ou menos, começou a aparecer uma nova variante que não tínhamos visto antes, que não é do Reino Unido, nem do Brasil, nem da África do Sul, mas que deriva de algo que já está circulando aqui”, explicou o cientista peruano. Tsukayama também disse que há evidências de que a nova variante C.37 já se encontra na Argentina, Colômbia, Equador, Estados Unidos e vários outros países da região.

*Com informações da EFE