Após o registro de 194 novos casos de Covid-19 na Tailândia nesta segunda-feira, 5, o governo de Bangkok, capital do país asiático, anunciou que 196 áreas de entretenimento, com bares e restaurantes na cidade, seriam fechadas por duas semanas até o próximo dia 19 de abril. Os locais ficam dispostos em três áreas diferentes da capital e, segundo o governo local, estariam ligados a pelo menos 45 novas contaminações ocorridas nos últimos dias no país. “Funcionários dos locais foram uma espécie de conduíte da doença após contraí-las de clientes e passarem para outros clientes. Músicos e funcionários da área do entretenimento costumam trabalhar em muitos trabalhos, o que acelera a contaminação”, afirmou o diretor-geral do Departamento de Controle de Doenças do país, Dr. Opas Karnkavinpong, em entrevista ao jornal The Bangkok Post.

Agora, o país considera marcar cinco municípios como “áreas vermelhas”, impondo em cada uma delas um toque de recolher para a vida noturna a partir das 21h e proibindo a venda de álcool nos locais. Pelo menos 12 casos registrados no país na última semana teriam sido importados de países como Rússia, Estados Unidos, Brasil, Japão, Malásia, Alemanha, Índia e Etiópia. Uma prisão local também registrou uma disparada no número de casos, com pelo menos 100 de 700 prisioneiros infectados na última semana. Eles cumprem uma quarentena de 14 dias. O país vacinou cerca de 200 mil pessoas até o momento e com pouco menos de 70 milhões de habitantes, registrou 95 mortes e 29,1 mil casos da doença desde o início da pandemia.