O Brasil voltou a registrar mais de mil mortes por Covid-19 em 24 horas, contabilizando um total de 1.350 novas óbitos causados pela doença. Com isso, o país chegou à marca de 233.520 vítimas fatais desde o início da pandemia, em março de 2020. No mesmo período, as autoridades de saúde registraram 51.486 novos casos da doença, aumentando o total de infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) e suas variantes para 9.599.565, se aproximando da marca de 10 milhões de casos. Com isso, o Brasil é o terceiro país com mais infectados pelo coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (CONASS) através de boletim publicado às 18h desta terça-feira, 9.

Os indicadores da doença mantiveram as tendências das semanas anteriores. A taxa de letalidade da doença ficou estável em 2,4%. A taxa de mortalidade da doença continuou crescendo, atingindo a marca de 111,1 a cada 100 mil habitantes. Outro índice que mostrou um aumento foi a taxa de incidência da Covid-19 no Brasil, que chegou a 4.568 a cada 100 mil. Os números foram divulgados em meio às negociações do governo federal para retomada do auxílio emergencial, que deixou de ser pago após a virada de ano. Entretanto, ainda não existem informações oficiais sobre o tema.