Um dias após registras 1.972 novos óbitos, o Brasil voltou a bater o recorde diários de mortos pela Covid-19 ao registras mais de duas mil mortes nas últimas 24 horas. Segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), foram contabilizadas 2.286 novas vítimas fatais, aumentando o total de mortos para 270.656. No mesmo período, foram registrados 79.876 novos casos da doença, elevando o número de infectados pelo novo coronavírus e suas variantes para 11.202.305. Os dados foram disponibilizados pelo CONASS através de atualização de boletim informativo feita às 18h desta quarta-feira, 10. No momento, o Brasil é o terceiro país com mais casos de Covid-19 e o segundo com mais óbitos causados pela doença.

Os indicadores também mostraram novo aumento nas últimas 24 horas. A taxa de mortalidade foi para 128,8 a cada 100 mil habitantes, enquanto que a taxa de incidência da doença foi para 5.330,7 a cada 100 mil habitantes. Os números comprovam que o Brasil vive o pior momento desde o início da pandemia, em março de 2020. Segundo a Fiocruz, 25 capitais brasileiras estão com a taxa de ocupação de leitos de UTI superior a 80%, sendo que apenas Maceió e Belém não estão nesse grupo. A pior situação é de Campo Grande, que está com ocupação de 106%. Para conter o avanço da pandemia no Estado, São Paulo anunciou 338 novos leitos até o fim de março.