O novo banco de desenvolvimento conhecido como “Banco dos Brics” desembolsou nesta terça-feira, 09, 1 bilhão de dólares, cerca de R$ 5,4 bilhões, ao governo brasileiro para apoiar ações de combate à Covid-19 e os impactos socioeconômicos da pandemia no país. O financiamento já tinha sido sinalizado no ano passado, mas ainda faltavam ritos necessários para a liberação efetiva dos recursos. O financiamento do novo banco de desenvolvimento faz parte de um programa de 10 bilhões de dólares focado na luta contra a pandemia. O Brasil deve receber cerca de 20% desse montante, equivalente a 2 bilhões de dólares. A operação marca, segundo a instituição, uma conquista do governo brasileiro na colaboração com bancos multilaterais e agências de desenvolvimento no apoio à recuperação da econômica. Ainda de acordo com o NDB, como é conhecido o fundo, a carteira de projetos aprovada para Brasil já soma 5 bilhões de dólares, aproximadamente R$ 27 bilhões. Os recursos devem fomentar investimentos nas páreas de rodovias, ferrovias, transporte urbano, energia renovável, educação, água e saneamento, além de outro setores da infraestrutura.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga