A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta terça-feira, 18, o pedido para uso emergencial da vacina Convidecia, desenvolvida pelo laboratório chinês CanSino Biologics contra a Covid-19. A solicitação foi feita pela empresa Belcher Farmacêutica, representante do laboratório no oriental no Brasil. Documentações com resultados dos estudos clínicos da vacina feitos no Paquistão, Rússia, Chile, Argentina e México foram enviados à Anvisa, que passa a ter sete dias úteis para emitir um parecer negativo ou positivo sobre o uso. Antes de formalizar o pedido para uso emergencial, duas reuniões entre representantes do laboratório e membros da agência reguladora foram realizadas. O imunizante, aplicado em dose única, foi desenvolvido com ajuda da Academia de Ciências Médicas Militares da China e já foi comprado em larga escala por países como Paquistão e México.