A paralisação do Campeonato Paulista, o agravamento da pandemia no Brasil e a própria valorização de Abel Ferreira fizeram com que rumores surgissem sobre uma possível saída do português do Palmeiras nesta temporada. Em entrevista concedida ao “Zerozero”, de Portugal, o técnico abriu o jogo e revelou que deseja permanecer no clube brasileiro, no mínimo, até o final de seu contrato, válido até junho de 2022. “Eu sou o treinador do projeto. Eu ainda não fui demitido de maneira séria. As vezes que eu saí dos clubes, eles ganharam alguma coisa, seja o Braga ou o PAOK. Acredito que tenha pago pelos meus serviços, com a valorização de jogadores e do próprio clube. Estou quite com as agremiações por onde passei. Os treinadores e os jogadores têm uma coisa boa: não conseguem escolher para onde vão, mas podem falar se querem ou não aceitar a proposta. E eu já disse que eu quero estar onde me querem e onde eu me sinto realizado. Neste momento, tenho contrato no Palmeiras, e é lá onde eles me querem”, disse.

Abel Ferreira ganhou alguns dias de folga após a temporada 2020, quando levou o Palmeiras aos títulos da Copa do Brasil e da Libertadores da América, retornando à sua terra natal para visitar a família. Sua volta está prevista para os próximos dias e, enquanto isso, o time paulista segue sendo comandado por seus auxiliares.