Uma gravação das agressões que resultaram na morte de João Alberto Silveira Freitas, 40, mostra o momento em que um dos seguranças fala com a vítima enquanto ela está dominada e agoniza. “Sem cena, tá? A gente te avisou da outra vez”, diz o homem, que não teve a identidade revelada ainda, enquanto os seguranças Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva imobilizam João Alberto. Os dois foram presos em flagrante e tiveram a prisão preventiva decretada na tarde da última sexta-feira, 22. O vídeo foi obtido e divulgado pelo portal GaúchaZH.

A morte de João Alberto gerou inúmeros protestos ao redor do país. Na sexta-feira, 20, que era Dia da Consciência Negra, manifestantes invadiram e atearam fogo em um Carrefour na cidade de São Paulo. Hoje, Salvador e Rio de Janeiro registraram protestos contra a violência dos seguranças. Ao comentar a situação, o presidente Jair Bolsonaro disse que a questão racial é “alheia” à história do país enquanto que o vice-presidente, Hamilton Mourão, disse que não existe racismo no Brasil.