O candidato Orlando Silva (PC do B) utilizou suas redes sociais para confirmar o apoio à chapa de Guilherme Boulos e Luiza Erundina no segundo turno das eleições municipais de São Paulo. No Twitter, Orlando disse que “foi importante derrotar Bolsonaro no 1º turno”. Além disso, o ex-ministro também disse que “agora é construir um projeto popular que priorize emprego e renda e faça de São Paulo uma cidade livre do racismo”. No último domingo, ele e sua colega de chapa, Enfermeira Andrea, conseguiram 0,23% dos votos, o que equivale a pouco mais de 12,2 mil votos.

Além de Orlando Silva, Jilmar Tatto (PT), que também foi adversário de Boulos no último domingo, anunciou apoio à chapa do PSOL. Conquistando 20,24% dos votos no pleito, Boulos irá enfrentar o atual prefeito da cidade, Bruno Covas (PSDB), que conseguiu 32,85% dos votos. Ao contrário do candidato do PSOL, Covas ainda não recebeu o apoio oficial de nenhum adversário na campanha.