A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está fazendo uma varredura no sistema elétrico para encontrar potenciais riscos de apagão, como o que deixou o Amapá 15 dias no escuro. Técnicos que conversaram com o Radar Econômico afirmam que o problema na subestação da empresa Gemini poderia ter sido evitado, caso a Aneel tivesse feito mais fiscalizações — foram apenas três em cinco anos e nenhuma na subestação — e estivesse mais atenta às condições financeiras da concessionária. O risco maior de um novo bleacaute sistêmico está no Nordeste, disseram.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter