A clausura estimulou o brasileiro a reavaliar o lugar onde vive. Dados da OLX mostram que a busca por aluguel de imóveis cresceu no terceiro trimestre, se comparado ao mesmo período de 2019. Em São Paulo e no Paraná o aumento foi de 18%; no Rio de Janeiro, 33%; em Brasília, 37%; e na Bahia, 35%. Em Pernambuco e Minas Gerais, o aumento foi de 31%.

“O desejo de ter um imóvel maior ou de mudar de localidade, por exemplo, e as baixas taxas de juros e a maior disponibilidade de crédito pelos bancos têm movimentado o mercado de aluguel e venda”, explica Lucas Vargas, da OLX. A plataforma registra uma média diária de 1,6 milhão de usuários à procura de imóveis.