Na Black Friday 2020 — que será realizada no próximo dia 27 —, os consumidores poderão contar com um velho conhecido na hora de finalizar suas compras: o crediário. Essa é a novidade da Lendico, uma fintech alemã especializada em empréstimo pessoal que aposta suas fichas em uma forma de pagamento online que permita o parcelamento de compras às pessoas que não têm acesso a cartões de crédito ou a contas bancárias. O Boleto Parcelado Lendico (BPL ) vai possibilitar que o parcelamento seja realizado no próprio site, ao finalizar a aquisição do produto. Para tal, a fintech firmou parcerias com as empresas de tecnologia VTEX e Linx, plataformas que, juntas, somam mais de 3.500 endereços do comércio eletrônico, além de grandes fabricantes como Mondial e Motorola. “Queremos fazer a Black Friday mais acessível da história”, diz Marcelo Ramalho, CEO da Lendico.

Em um ano atípico e que transformou os hábitos de consumo dos brasileiros, o evento ganha ainda mais importância para o varejo, que pode reverter o jogo e fechar 2020 no azul. No meio de uma das maiores crises econômicas e de saúde da história, o crediário ressurge como uma alternativa para os consumidores de baixa renda. Criado pelo visionário empresário Samuel Klein, o fundador das Casas Bahia, a modalidade de crédito permitiu o crescimento vertiginoso da rede no fim dos anos 50 e agora voltou para incluir aqueles que tiveram seus ganhos reduzidos pela pandemia, mas que ainda desejam participar do festival de descontos, que em 2020 deverá ter caráter quase que exclusivamente virtual. Pode ajudar também aqueles que guardaram parcelas do auxílio emergencial para a data.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter