O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira, 6, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a quem o mandatário brasileiro declarou apoio, “não é a pessoa mais importante do mundo”.

A declaração foi feita durante a formatura de uma turma da Polícia Rodoviária Federal em Santa Catarina. Bolsonaro fazia um discurso aos formandos.

“Eu não sou a pessoa mais importante do Brasil, assim como Trump não é a pessoa mais importante do mundo, como ele mesmo diz. A pessoa mais importante é Deus, a humildade tem que se fazer presente entre nós”, disse o presidente.

Trump está em situação complicada após as eleições. Com praticamente todas as urnas apuradas, e muitos atrasos, as chances de vitória sobre o democrata Joe Biden estão mais distantes. Atualmente, o presidente americano possui 214 delegados dos 270 necessários para ganhar no Colégio Eleitoral, enquanto Biden está com 253.

Biden está liderando na Pensilvânia, e uma vitória nesse estado daria ao democrata os delegados necessários para se eleger presidente.

A eleição do democrata, na visão de Bolsonaro, “ameaça a liberdade do Brasil”Uma das principais plataformas de Biden é a proteção do meio ambiente, e o governo brasileiro é alvo de críticas internas e externas quanto a sua conduta sobre o tema. Para o democrata, há a chance, caso eleito, de começar do zero uma relação com o Brasil.

Continua após a publicidade