A rede varejista Havan, de propriedade de Luciano Hang, protocolou na Comissão de Valores Mobiliários, na tarde desta terça-feira, 28, a desistência do processo de abertura de capital e da realização da oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês). O Radar Econômico antecipou a informação em 6 de outubro.

À época, o Radar Econômico explicou que Hang acredita que sua empresa valha até 100 bilhões de reais, o que a colocaria quase no mesmo patamar da queridinha do setor, o Magazine Luiza. Com o IPO, Hang esperava captar 10 bilhões de reais para alavancar o e-commerce da rede. Contudo, durante o road-show que os executivos realizaram, perceberam que o mercado não gostou do valor. Segundo conversas, a rede valeria um pouco menos da metade.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter