Os brasileiros não perderam a crença nas urnas: o voto segue entendido como um instrumento de mudança. Sete em cada 10 eleitores acham que a sua escolha nas urnas pode fazer a diferença, aponta uma pesquisa do Instituto Locomotiva encomendada pelo RenovaBR.

“A solidez da jovem democracia brasileira é sempre um ponto de preocupação, daí a importância desses resultados. O que eles mostram é um eleitor maduro, consciente, que optou pela democracia porque sabe que o seu voto tem o poder de mudar. E que essa mudança se faz pelas urnas”, diz Renato Meirelles, presidente do Locomotiva.

A pesquisa mostrou ainda que seis em cada 10 eleitores entrevistados concordam que a democracia é a melhor forma de governo que existe.

O levantamento foi feito com base em 2.500 entrevistas, com eleitores a partir dos 16 anos, de ambos os sexos, de todas as classes sociais, e moradores em 72 municípios de todos os estados da federação. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual.

Continua após a publicidade