Conversas obtidas pela Polícia Federal na investigação contra o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) mostram como ele era chamado pelos integrantes do esquema na Saúde de Roraima: “Chefe”. O material é resultado da busca e apreensão autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso na semana passada. 

Segundo o relatório entregue ao Supremo Tribunal Federal, há 3510 mensagens no WhatsApp trocadas entre o senador e Jean Frank Padilha Lobato, apontado como seu operador — “atendendo a inúmeras demandas de Chico Rodrigues, comprovando alto grau de vínculo e confiança entre ambos”.