O governo japonês anunciou, nesta sexta-feira (23), que está pedindo para as empresas e órgãos públicos do país concederem mais uma semana de férias para os seus funcionários no período do Ano Novo. O objetivo da medida é distribuir os deslocamentos da população ao longo de mais dias para reduzir aglomerações e, consequentemente, diminuir os riscos de contágio do coronavírus. Desde setembro, o Japão vem contabilizando cerca de 500 novas infecções a cada dia e já soma mais de 96 mil casos da Covid-19.

Tradicionalmente, após a virada do ano os japoneses voltam ao trabalho no dia 4 de janeiro. Se a proposta for levada adiante, eles retornariam às atividades apenas no dia 12 do mesmo mês. O projeto foi apresentado pelo ministro da Revitalização Econômica, Yasutoshi Nishimura, que também está atuando como coordenador da resposta nacional contra a pandemia. A ideia foi elaborada em conjunto com um grupo de especialistas em saúde.

*Com informações da EFE