O campeão do Super Bowl pelo 49ers em 1994, Dana Stubblefield, foi condenado a 15 anos de prisão perpétua por estupro, de acordo com o site TMZ Sports. O caso aconteceu em 2015 e a vítima sofria de transtorno mental e deficiência física e de desenvolvimento. Segundo as autoridades, Dana utilizou uma arma para cometer o crime e em julho foi considerado culpado pelo tribunal. Nesta quinta-feira, 22, o juiz pronunciou a sentença.

O atleta foi preso pela primeira vez em 2016 depois que funcionários dele informaram à polícia que ele teria estuprado uma mulher que encontrou em um site de babá. Ele teria convidado a vítima para fazer uma entrevista de emprego em sua casa, em Santa Clara, Califórnia, e cometeu o ato. Questionado, Dana afirmou que a relação foi consensual. Na época ele foi solto por fiança, mas após a descoberta do uso da arma de fogo, sua fiança foi revogada e ele retornou à prisão.

Para o TMZ, o advogado do ex-jogador, Allen Sawyer, informou que entrará com recurso e que seu cliente é inocente. “Estamos muito confiantes de que se o júri tivesse as informações corretas, eles teriam (chegado) a uma conclusão diferente. Nunca tive um caso em que tantas evidências tenham sido excluídas. Queríamos que a verdade viesse à tona e vamos continuar lutando”, disse. “(Dana) sabe que ele é inocente e está confiante de que o sistema vai acertar e ele vai ser paciente. É difícil para sua família. Ele tem filhos e uma esposa, mas é isso que ele tem que passar para chegar onde precisa estar”, completou o advogado.