Durante a pandemia, o setor de relacionamento com o cliente das empresas foi reconhecido como serviço essencial e passou por uma dura prova. Saiu na frente quem soube se adaptar aos desafios mais rapidamente.

Foi o caso da AeC, que colocou 80% da sua operação em home office, conquistou 19 novas operações e ampliou 36 contratos de serviços em 2020. A empresa espera crescer dois dígitos em 2020: “É um crescimento relevante que vem pela qualidade da nossa reação à pandemia e pela nova demanda de interações digitais”, diz o CEO, Raphael Duailibi.

A companhia mineira de contact center registrou 4.030 novos postos de trabalho para atender a demanda, um crescimento de 26% no número de contratações de março a julho de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado. Já o índice de felicidade dos 25 mil colaboradores melhorou mesmo com o isolamento social: subiu de 94% para 96,4% no período.